Historia

 

A história da Sociedade Brasileira de Zootecnia (SBZ) é riquíssima, cheia de idealismo e dedicação de profissionais que vislumbraram a potência pecuária que o Brasil viria a se tornar. Em seus quase 70 anos de atuação, a SBZ realizou um estupendo trabalho de integração nacional em prol da investigação zootécnica, ao divulgar resultados de observações técnico-científicas conduzidas nas universidades e centros de pesquisa em todas as regiões do país.

Em 1951, a comunicação no Brasil era extremamente lenta e difícil. Nesse ano, pesquisadores brasileiros, oriundos de diversas instituições, realizaram a I Reunião Brasileira de Zootecnia, em Piracicaba/SP, e fundaram a Sociedade Brasileira de Zootecnia (26/07/1951). Essas pessoas construíram uma rede de relacionamentos pessoais, de trocas de experiências e informações, que culminaram em encontros periódicos (que se tornaram Reuniões Anuais a partir de 1969). Da curiosidade científica surgiu a SBZ.

Na carta de divulgação da primeira reunião, datada de 21 de março de 1951, os organizadores esclareciam os objetivos do encontro:

“As principais finalidades da 1a. Reunião Brasileira de Zootecnia são:
1) Constituição de uma Sociedade de zootecnistas, escolha de sua sede e da diretoria inicial;
2) comunicações e indicaçõesde interesse dos zootecnistas relativas aos assuntos seguintes: ensino, pesquisa, fomento e legislação”. Peixoto, 2001

Em nota divulgada nos jornais da época, destacavam:

“Essa é a primeira vez que se promove o congraçamento geral dos zootecnistas nacionais para uma ampla troca de pontos de vista e debates sobre os mais variados temas da especialidade. E o fato se reveste de grande importância, pois dessa reunião devem resultar os lineamentos norteadores da orientação dos serviços oficiais no encaminhamento dos problemas da pecuária nacional. Será lançada a semente de um programa geral de
atividades visando o progresso da produção animal, no qual os diversos órgãos governamentais especializados procurarão se articular, emprestando sua colaboração ao estudo das questões que lhe estão afetas”.Peixoto, 2001

Em seu livro “História da Sociedade Brasileira de Zootecnia”, o sócio fundador e ex-presidente da SBZ, Professor Aristeu Mendes Peixoto, destaca o papel ímpar da SBZ no estabelecimento de novos currículos e na criação dos cursos de Zootecnia no Brasil:

“A fundação da SBZ representou ainda uma verdadeira antecipação aos anseios de todos aqueles que pugnavam pela abertura de novos currículos para as ciências agrárias e uma atitude corajosa em defesa da melhoria do ensino da ciência zootécnica. Desde os seus primeiros dias, a SBZ lutou pela implantação de um curso de Zootecnia, tanto que em 1952, jápromovia reuniões de professores de todo o Brasil para discutir o polêmico assunto.
Através dessas demonstrações de um idealismo audacioso e empreendedor, praticado conjuntamente por  agrônomos  e veterinários, a SBZ ajudou a criar e consolidar o zootecnista brasileiro, que hoje pode conviver e colaborar com aqueles profissionais, os maiores responsáveis pela sua  formação histórica”.”. Peixoto, 2001

E as preocupações não eram descabidas. Na ata de abertura da VI Reunião da SBZ, em 1969, afirmava-se:

“...só através da pesquisa poderão ser alterados os índices de produtividade que constituem triste  apanágio de nossa pecuária”;
“...as projeções para o futuro [da produção de carne] serão sombrias se faltar um  esforço  especial dos setores responsáveis...”;
“...o desfrute do rebanho vem baixando de ano para ano... e, o que é mais triste, a disponibilidade de carne bovina 'per capita' vem caindo intensamente”.VI Reunião da SBZ, em 1969

Após expressar sua preocupação com a falta de pesquisas e publicações nacionais sobre pecuária, o Prof. Roberto Meirelles de Miranda, termina em tom otimista:

“Iniciemos, pois, nossa atividade, confiantes no seu completo êxito”.Prof. Roberto Meirelles de Miranda

Analisando nosso passado conseguimos entender o presente e projetar o futuro. É evidente que o trabalho de várias gerações de pesquisadores brasileiros nos levou ao posto de destaque mundial na produção de proteína animal. Muito nos orgulha saber que a SBZ foi o palco principal dessa transformação, e depositório do conhecimento técnico-científico gerado nas últimas décadas.

 

NOSSOS OBJETIVOS:

A SBZ, como entidade representativa dos estudantes, professores, pesquisadores e profissionais que trabalham com produção animal, tem como principal função a divulgação do conhecimento científico gerado nas universidades e centros de pesquisa brasileiros. Dentre diversas atividades desenvolvidas pela SBZ, duas merecem destaque:

  1. A editoração da Revista Brasileira de Zootecnia (RBZ), uma revista científica internacional sediada no Brasil, publicada mensalmente desde 1974.
  2. As Reuniões da Sociedade Brasileira de Zootecnia, onde milhares de trabalhos e resultados de pesquisa científica são apresentados, além de palestras, workshops, fóruns e atividades sociais, oportunizando ambiente de debate à comunidade científica, estudantes e profissionais das ciências agrárias, de modo a contribuir para o crescimento da pecuária brasileira, em suas diferentes vertentes.

 

Peixoto, A.M. História da Sociedade Brasileira de Zootecnia. 3.ed. Piracicaba: SBZ, 2001. 202p.